Realização Senac Santa Catarina, com apoio Fecomércio SC e FloripAmanhã

Top
Paraty – RJ – Observatório da Gastronomia
6408
page-template,page-template-full-width,page-template-full-width-php,page,page-id-6408,page-child,parent-pageid-6291,mkd-core-1.0,highrise-ver-1.2,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-box,mkd-sticky-header-on-scroll-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-dark-header,mkd-full-width-wide-menu,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
 

Paraty – RJ

Cidade Criativa da Gastronomia

Conheça a Paraty

Cidade portuária de 40.975 habitantes, Paraty está localizada na Costa Verde, um corredor verde e exuberante que corre ao longo do estado do Rio de Janeiro. Paraty foi uma importante encruzilhada, que reuniu culturas indígenas, portuguesas e africanas, uma diversidade refletida em receitas tradicionais como a paçoca-de-banana e a farofa-de-feijão. Paraty também é celebrada por seu know-how na produção de cachaça, o famoso espírito de cana do Brasil; um talento destacado durante o Festival da Cachaça, Cultura e Sabores. Estima-se que 20% da força de trabalho da cidade trabalhe em setores agro-alimentares e gastronômicos.

A visão de Paraty sobre a gastronomia e a agricultura concentra-se principalmente em processos ecológicos baseados na biodiversidade. Realizado há 15 anos, o festival Folia Gastronômica exibe cozinha tradicional e inovadora local por meio de palestras, degustações e treinamentos e envolve mais de 50 chefs. Paraty também sediou o Fórum sobre Desenvolvimento Local Integrado Sustentável no Programa de Gastronomia Sustentável da Agenda 21, aprofundando a cooperação entre chefs e agricultores orgânicos e incentivando a agroecologia.

Com 78% de seu território protegido ambientalmente, o município de Paraty adotou vários regulamentos para tratar do seu ambiente natural, incluindo uma temporada de pesca fechada implementada durante a época de desova, enquanto a compensação financeira é garantida para os pescadores. Mais importante ainda, a Secretaria do Meio Ambiente está trabalhando, dentro da Agenda 21, para criar as certificações de Gastronomia Sustentável e Passaporte Verde; cujos objetivos são desenvolver um turismo mais sustentável através de iniciativas de ecoturismo baseadas na comunidade e implementar esquemas de redução de resíduos. A certificação também irá melhorar a sustentabilidade da área e aumentar a conscientização sobre questões ambientais.

Paratygas

Conheça as Cidades Criativas Unesco da Gastronomia