Cidades Criativas Unesco da Gastronomia

Belém/PA


 

Açaí com camarão e farinha

 

Belém, capital do estado do Pará, com 1,5 milhão de habitantes, tem 65% de seu território distribuído em 39 ilhas. Esse ativo geográfico oferece à cidade uma diversidade de produtos alimentícios locais, como frutos do mar, açaí, cacau e pupunha. A gastronomia está ancorada na vida da cidade, pois abriga o mercado histórico de alimentos Ver-o-Peso, que deu origem ao maior festival anual da região amazônica dedicado à gastronomia. Hoje, o setor desempenha um papel importante na economia local, empregando 43.000 pessoas.

As iniciativas e programas desenvolvidos pela cidade enfocam principalmente a tecnologia e a inovação em alimentos, conforme demonstrado pelo estabelecimento do Instituto de Tecnologia de Alimentos afiliado à Universidade Federal do Pará, bem como por muitos laboratórios de pesquisa dedicados a sistemas agroalimentares sustentáveis. Uma iniciativa de 2015, intitulada Belém Cidade de Sabor, atesta os esforços significativos para melhorar os hábitos alimentares da população, principalmente dos jovens.

Belém assume um papel central no reconhecimento do campo da gastronomia dentro das políticas culturais locais e nacionais. Em setembro de 2013, a cidade sediou a primeira Conferência sobre Gastronomia Amazônica, que resultou em um pedido às autoridades federais para que reconhecessem a gastronomia em todas as políticas públicas relacionadas à cultura. A proposta foi aprovada dois meses depois pela Conferência Nacional de Cultura do Ministério da Cultura.

 

Fonte (texto): Belém - Cidade Criativa Unesco da Gastronomia  | foto: Belém Gastronomia Criativa